Agência Hatoria
|
Search
Close this search box.

O que faz um Gestor de Tráfego Pago? O Guia das Profissões do Marketing Digital

No marketing digital, o Gestor de tráfego pago tem um papel extremamente importante em todas as estratégias: atingir o público certo com a mensagem certa. Descubra tudo sobre essa profissão e como se tornar um!
O que faz um Gestor de Tráfego Pago?

O Contexto da Gestão de Tráfego

Antes de falar sobre o Gestor de Tráfego Pago, precisamos lembrar que na última década, o comércio digital começou a gerenciar cada vez mais as prateleiras do mercado como um todo e, com as novas soluções trazidas pela internet – vieram também novos desafios.

Um desses novos desafios é conseguir não só atrair, como também entender e desenvolver estratégias junto ao público. Por se tratar de um espaço muito, muito amplo mesmo, é essencial que se separe o “joio do trigo” para otimizar toda e qualquer estratégia.

Essas estratégias não são apenas formas de entregar um produto como em grande parte do marketing convencional.

No marketing digital, entregar o produto é um processo contínuo de ditar ritmos para cada momento da campanha – da geração de leads com iscas digitais aos métodos de engajamento em redes sociais.

Ou seja, para superar esse grande desafio da nova era digital, um novo profissional precisou surgir:

O Gestor de Tráfego Pago

Se mostrando cada vez mais importante para os negócios digitais, o Gestor de Tráfego Pago é um profissional se tornando peça-chave em cada vez mais áreas dentro de qualquer empresa.

Para começar, é o Gestor de Tráfego Pago o responsável por administrar os dados encontrados para desenvolver o melhor caminho até o público consumidor através do tráfego comprado (pago), em plataformas de anúncios como Facebook Ads e Google Ads. É nessa análise onde se entende quem e onde estão os compradores.

O Gestor de Tráfego Pago também desenvolve campanhas e sub-campanhas para atrair visualizações, engajamento e, é claro, vendas.

Essas vendas, além de impulsionadas para gerar maior conversão com um público maior, também são utilizadas e analisadas para deixar outras campanhas ainda mais eficientes.

Para um bom gestor, nenhuma informação é deixada de lado.

Essa mesma venda também é reformulada em outras mídias para fidelizar o cliente que já comprou. Isto é, divulgando produtos similares em canais de contato direto deixados pelo comprador.

Acima de tudo, o Gestor de Tráfego Pago é o responsável por, bem, gerir o tráfego pago de um site ou loja; seja ele orgânico ou pago.

Aqui no Guia do Marketing Digital, é possível acessar artigos sobre os dois tipos de tráfego – portanto, se você está buscando se desenvolver na área, se faz essencial conferir:

Tráfego pago: o que é e como fazer

O objetivo principal pelo qual se deve investir em tráfego pago, consiste no fato de que, com essa estratégia de Marketing Digital, seu negócio online atingirá pessoas que têm interesse exatamente no que você está ofertando.

Como usar o Instagram nos negócios online

Se você está pensando em usar o Instagram em seus negócios online, saiba que esta é uma ótima ideia, pois 80% das pessoas seguem algum negócio na rede. Veja que é uma porcentagem bastante alta para uma rede social.

Google Ads: Entenda o que é e como usar em 2022

O Google Ads é a plataforma de anúncios do Google, sendo uma das formas de gerar tráfego pago. Através dele, você divulga seus produtos ou, então, seus serviços pelo mundo virtual de uma maneira muito eficaz.

Como ser um Gestor de Tráfego Pago melhor

Como em todo negócio, o segredo está no “extra” do “ordinário”.

No presentinho, no valor-agregado – no algo a mais que você pode proporcionar aos seus clientes, consumidores, empregadores e ao mercado, como um todo.

Como um Gestor de Tráfego Pago, esse plus se encontra principalmente na quantidade de ferramentas dominadas. Só dentro das ferramentas Google, por exemplo, é indispensável se desenvolver no Analytics, Ads e Tag Manager, que muitos Gestores nem conhecem ou dependem de programadores para integrar em seus sites.

Isso sem contar as crescentes ferramentas do Meta, que além de cada vez mais inteligentes, são pilares das maiores redes sociais do mundo.

Mas essa grande abrangência de conhecimentos não se limita aos meios técnicos da função; as novas profissões do mundo digital exigem essa multidisciplinaridade em tudo.

Um Gestor de Tráfego Pago precisa entender de marketing, negócios, análise de dados e não-surpreendentemente – pessoas. Essa pluralidade ajuda o Gestor a encontrar as soluções mais completas em todo contexto.

Afinal, durante uma entrevista de emprego, mais do que uma leitura de currículo é realizada. É claro, as experiências são essenciais para entender mais sobre alguém – o que nada impede (inclusive ajuda) que o entrevistador converse com você.

Essa conversa vai abordar seu conhecimento sobre as métricas da área, análise de cases, desenvolvimento de estratégias, suas conquistas, fraquezas e sua capacidade de acompanhar as mudanças.

Ou seja, o profissional-modelo da sua área é o profissional que facilmente acompanha as tendências dos clientes e continua gerando valor para a empresa.

Falando em valores… quanto ganha um Gestor de Tráfego Pago?

Com as previsões de estabilidade positiva para os mercados digitais, não só as oportunidades são boas. A remuneração é muito, muito atrativa mesmo.

Um profissional do Tráfego Pago iniciante, trabalhando como parte de uma equipe e muitas vezes de casa mesmo, começa recebendo em torno de R$ 2.000, podendo chegar até R$ 6.000, dependendo da agência e do fluxo de trabalhos.

Na maioria das vezes, um Gestor de Tráfego Pago Pago também recebe comissões e, pela flexibilidade do trabalho, consegue juntar uns trabalhinhos por fora.

Contando que as condições sejam favoráveis e que já se tenha um pouco mais de experiência na área, facilmente se alcança os R$ 10.000 por mês.

Isto é, se você decidir continuar trabalhando para uma agência.

Porém não se fica rico trabalhando para os outros.

É mais seguro? Claro, mas é no empreendedorismo que se cria riqueza de verdade.

Os mais experientes da área já migraram para consultorias, palestras e contratos fechados em campanhas.

Muitas vezes todos juntos num pacote que não sai por menos de R$ 20.000.

Entendendo esse mercado e analisando os valores fica claro que o principal problema com as vagas para Gestor de Tráfego não está relacionado com remuneração ou oportunidades – faltam profissionais capacitados!

Muitos chegam com grandes empirismos e falham em manter uma abordagem dinâmica e didática para com a equipe e clientes. Ou seja, não estão preparados para o mundo profissional.

Como se tornar um profissional da Gestão de Tráfego

Com as crescentes demandas do mercado, vieram também uma oferta maior de cursos ensinando a utilizar ferramentas, analisar dados e entender conceitos.

O mesmo que aconteceu com as plataformas de streaming vem acontecendo com o mercado de infoprodutos, a enorme descentralização da informação acaba deixando o consumidor perdido e com gastos demais.

Além disso, todo o conhecimento do mundo está de graça na internet. Se for para pagar por algo, tem que valer muito a pena.

O mercado está de portas abertas e tem mais do que espaço o suficiente para acomodar a próxima leva de Gestores de Tráfego; basta estar preparado para seguir o caminho.

Isto é, balancear entre conceitos técnicos, acadêmicos, sociais e experiências reais – sem nunca deixar de continuar crescendo com o mercado.

Essas não são previsões para um futuro distante onde vivemos no Metaverso…

Essas são as características do profissional do presente no mercado atual!

O futuro é hoje. Não fique no passado.

Compre a sua camiseta do Marketing

Que tal ter uma camiseta que represente sua profissão com a qualidade Reserva?

clique aqui e assine

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

clique aqui e assine

Outros artigos interessantes